Jelena Ostapenko

A mãe e treinadora é Jelena Jakovleva; também trabalha com Marion Bartoli e Krisjanis Stabins, antes trabalhou com David Taylor e Glen Schaap… pai, um jogador de futebol é Jevgenijs Ostapenko; meio-irmão chama-se Maksim Ostapenko (formado na academia de arte na Califórnia e mora lá agora); também tem um cachorro chamado Juljeta … Introduzido no tênis aos 5 anos pela mãe (que também foi seu primeiro treinador) … Os shots favoritos são de servir e backhand; as superfícies favoritas são de grama e duras; o torneio favorito é Wimbledon … Fala russo, letão e inglês … Os ídolos do tênis são Serena Williams … Gosta de passar tempo com pais e cachorro, ouvir música e sair com os amigos … Foi dançarina de salão durante sete anos.

Carreira de Ostapenko

2019 – Posted quarto Top 50 consecutivo (terminando em 44); conquistou um título WTA em Luxemburgo (d. Goerges na final); vice-campeão em Linz (l. para Gauff); QF em Birmingham (l. para Martic); alcançou 3r cinco vezes (incl. US Open), 2r seis vezes; caiu 1r 13 vezes (incl. outras três majors).

2018 – Posted second Top 30 season (terminando em 22º lugar). ); vice-campeão em Miami (l. para Stephens); SF em Wimbledon (l. para Kerber); QF quatro vezes em St. Petersburg (l. para Kvitova), Stuttgart (l. para Ka.Pliskova), Rome (l. para Sharapova) e Eastbourne (l. A.Radwanska); alcançou 3r três vezes (incl. Open da Austrália e US Open) e 2r quatro vezes; caiu 1r oito vezes (incl. Roland Garros); ganhou um WTA duplo título.

2017 – Posted first Top 10 season (terminando No.7 ); conquistou dois títulos da WTA em Roland Garros (d. Halep na final) e Seul (d. Haddad Maia na final); em Roland Garros tornou-se o primeiro jogador letão a chegar ao campeonato em um Grand Slam; vice-campeão em Charleston (l. para Kasatkina na final); SF quatro vezes em Auckland (l. Davis), Praga (l. Kr. Pliskova), Wuhan (l. Barty) e Pequim (l. Halep); QF duas vezes em Acapulco e Wimbledon; alcançou 3r no Australian Open, Eastbourne e US Open; caiu 2r uma vez e 1r seis vezes (incl. indo 1-2 na etapa round robin no WTA FInals em SIngapore); fez Top 10 de estreia no dia 11 de setembro; ganhou duas duplas de títulos no WTA.

2016 – Primeiro Top 50 da temporada (nº 43); vice-campeão em Doha (l. para Suárez Navarro na final); chegou ao Top 50 depois em 29 de fevereiro (subiu do nº 88 para o nº 41); SF em Katowice (l. Giorgi); QF duas vezes em Birmingham e Florianópolis; chegou ao R16 em Roma e 2r cinco vezes; caiu 1r 15 vezes (incl. nas quatro majors e Olimpíadas) e nas eliminatórias três vezes.

2015 – Primeira temporada do Top 100 (nº 79); vice-campeão na cidade de Quebec (l. para Beck na final); estreou no Top 100 em 21 de setembro (subiu do nº 101 para o nº 77); chegou a 2r duas vezes (Wimbledon e US Open); caiu 1r duas vezes e nas eliminatórias cinco vezes (incl. Roland Garros); também conquistou um título individual e um título duplo no Circuito ITF.

2014 – Tocou o primeiro sorteio principal do WTA em Tashkent, chegando a 2r (como WC); conquistou três títulos de singulares e dois de duplas no Circuito da ITF.

2013 – Ganhou dois títulos de singulares e quatro títulos de duplas no Circuito da ITF.

2012 – Jogou a primeira qualificação WTA em Moscou; ganhou um título de single e um de dupla no Circuito da ITF.

Fonte: https://www.wtatennis.com/players/319939/jelena-ostapenko/bio