Tipos de Quadras de Tênis

Um tópico muito importante no tênis é a quadra. Esse esporte é um dos poucos em que a superfície pode mudar sem que novas categorias sejam criadas. A quadra sempre possui o mesmo tamanho, entretanto a quadra para duplas é maior do que a individual, por conta da linha externa. Já a superfície são três: grama, saibro ou piso duro.

Vamos falar primeiro das dimensões.

A quadra de partida individual ou single é menor do que a de dupla, possui 23,77 metros (78 pés) e a largura é de 8,23 metros (27 pés). Repare que na imagem, as áreas externas não fazem parte do jogo.

A quadra de duplas é um pouco maior, porque as áreas externas estão inclusas no jogo, são 23,77 metros (78 pés) e 10,97 metros de largura (36 pés). Nota-se que as laterais fazem parte do jogo.

O espaço adicional da lateral serve para que os jogares consigam alcançar a bola quando ultrapassar o limite da quadra.

A rede divide a quadra em duas partes similares, em sua largura. Ela possui 1,07 metros de altura nas extremidades e 914 mm de altura no centro. As linhas das extremidades são chamadas de linha base, as linhas das laterais são chamadas de margem e a linha que está a 6,4 metros de distância da rede são chamadas de linhas de serviço.

As superfícies são muito diferentes, nelas a velocidade e o salto da bola se modificam, são elas:

Quadra de Saibro

Essa quadra permite que o jogador deslize pela quadra para rebater a bola, por conta do pó. As bolas possuem um salto maior e lento, isso faz com que o jogo seja mais demorado e tenha uma troca de bolas maior. Os tenistas que fizeram sucesso nesse piso foram: Rafael Nadal e Teliana Pereira.

Essa quadra é feita de terra/argila batida e uma camada de pó de telha, é fácil sua construção, porem existe manutenção continua para deixar o saibro uniforme. É a superfície mais comum na América do Sul e tem um grande calendário de torneio. O mais famoso é o Roland Garros. Os bons jogares de fundo de quadra são os mais favoráveis para uma vitória nessa superfície.

Uma curiosidade é que existe o saibro na cor verde – pó de pedra – e o azul. Segundo as organizações o saibro azul ajuda na visualização do jogo pela TV.

Quadra de Grama

Esse piso é o mais rápido, com menos trocas de bola e quique mais baixo, por conta da grama. A trajetória das bolas as vezes é prejudicada por conta de irregularidades na superfície. O torneio mais famoso disputado nesse piso é o Torneio de Wimbledon, a jogadora que mais se destacou foi: Serena Williams e outros.

A quadra é feita de terra, com grama baixa e densa até 8mm, ela é boa por conta de ter menos impacto nas articulações. O fator de má qualidade é que essa quadra está se tornando rara por conta das manutenções e alto custo.

Os melhores jogadores para a grama são os bons sacadores, jogadores agressivos e voleadores.

Uma curiosidade é que o torneio mais antigo ocorreu em 1877 no torneio de Wimbledon.

Piso Duro

A velocidade do jogo varia entre média e rápida, o quique da bola é regular, a velocidade da bola depende da superfície da quadra. O torneio mais famoso esse piso é o Autralian Open e U.S Open. Os tenistas que se desataram foram Pete Sampras e Roger Federer.

A quadra é feita com várias camadas de matérias, como: concreto, borracha e outros. Essa quadra não precisa de muita manutenção e é um piso bem prático. O ponto negativo dessa superfície é que causa um alto impacto nas articulações e é um piso que esquenta muito.

Os jogadores mais favoráveis são os jogadores que se dão bem nas quadras duras. Uma curiosidade é que um arquiteto planeja construir uma quadra de piso duro submersa, em Dubai.

O que podemos perceber é que muitos fatores influenciam num jogo de tênis, seja a quadra, sacadas e até o atleta. Muitos possuem um melhor desempenho em uma das quadras. O que o atleta pode fazer é se desenvolver em todas as superfícies para garantir um bom desempenho nos torneios.